terça-feira, 20 de maio de 2008

Economia e Bandas Independentes #18

Não vou analisar a viabilidade econômica e desenvolvimento das bases econômicas para a existência de um mercado "independente", mostrarei dois pontos de vista, um regional, mais especificamente sobre a cidade de Porto Velho, e um artigo sobre como funcionam as turnês de bandas na Gringa. Agora alquem pode dizer,"fodam-se Yankees Capitalistas!", mas lá existe um sistema em que todos saem beneficiados, os donos das casas e as bandas, o que parece ser bem estranho a realidade brasileira onde todos querem bandas de graça e lucros exorbitantes.

http://www.sergioramos.com.br/materias/artigo_sergio_ramos.pdf

http://discodeouro.wordpress.com/2007/06/16/ensaio-o-modelo-economico-das-turnes/

leiam, pensem e aproveitem

Luiz Cochi

3 comentários:

O ACREANO disse...

Olha só...que legal, ás vezes é bom dar o braço à torcer, não é Cochi?

Estou preparando um montão de coisa, você vai gostar e criticar.

Trocar idéias é algo muito sadio.

Estou alegre que tenha se interessado no material do Sérgio Ramos.

Abraços

Aloisio disse...

Boa leitura!

ISAAC RONALTTI disse...

Estive aqui para rever tuas estratagemas que só servem para evitar o avanço, mesmo que ser por abnegação de pessoas menos dotadas de "eficiência mental"...ocorres que tuas investidas até hoje só serviram para desmobilizar o trabalho de pessoas que queriam, querem e continuarão querendo construir alguma coisa...

Eu nunca esqueço!

Eu sempre volto!